segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Inauguração da oficina serigráfica

Vamos lá dar um nome pomposo à coisa e a solenidade merecida ao acto...

A mudança para a nova casa tornou possível a concretização de um sonho antigo: uma máquina de serigrafia à disposição dos artistas da casa, à distância de um lance de escadas.
A máquina é grande e, com os adereços obrigatórios que a acompanham (a prensa e a estufa que também serve de secador), tivemos de fazer alguma ginástica para a conseguir encaixar no quarto do sótão que lhe tínhamos destinado.
Mas já está montada e teve, há uns dias, direito a cerimónia de inauguração oficial.



Para a estreia, o Bernardo fez uma variação da imagem criada para a capa de "O Livro dos Quintais".





E, voilá, o resultado final:





11 comentários:

ana ventura disse...

wow! que inveja :-) Parabéns!

Sónia disse...

ESPETÁCULOOO!
soneca

vera disse...

Pai natal, de presente, eu quero que seja, serigrafias do Planeta Tangerina, serigrafias do Planeta Tangerina! :)

Sónia Sapinho disse...

que fixe!

Marta disse...

e estarão à venda? são lindas!

ponto guloso disse...

Que máximo!!!!!

andrés sandoval disse...

uau! quando eu crescer vou ter uma mesa de luz igualzinha!

Anónimo disse...

E onde compraram uma maquineta dessas? Como se chama esse equipamento de Serigrafia ou onde se vende isso? Vítor Gaspar

cristina* disse...

UAU
Que maravilha! Que inveja! Etc! Etc!
;D

Baleia disse...

Liiiinnndddooo!!!
também gostava de assistir...

E não me importo nada q a minha casa sirva de "sala de exposições" dos vossos trabalhos. (se é q me entendem...)
:)

bjnhs, parabéns e continuação de bons e lindos trabalhos!!

Andreia disse...

o que é preciso fazer para dar uma volta nessa máquina?! ;)