quarta-feira, 24 de junho de 2009

Passas-me o sal, Juvenal?

À volta da mesa, das travessas e dos convivas, surgem as rimas.
Jeffrey Fisher, o autor deste divertidíssmo "Pass the celerey, Ellery", conta que esta mania de fazer a comida rimar com nomes começou num jantar entre amigos e depressa se tornou viciante.
Pensem em nomes de amigos, pensem em pratos portugueses (bitoque, morcela, tremoço, berbigão, aletria...) e divirtam-se a fazer combinações.













Por ordem de entrada: capa, guardas, introdução (para abrir o apetite) e algumas páginas do interior. Cada dupla página é uma surpresa, o livro não se torna repetitivo porque a solução para apresentar cada rima é sempre graficamente diferente.

3 comentários:

AC disse...

É a mesma ideia dum clássico do Cab Calloway: everybody eats when they come to my house.

youtube.com/watch?v=9ctmR_UGz24

Sérgio disse...

Passas-me a filhós,
ó Minhós?

Anónimo disse...

Come o pargo, ó Bernardo!
Madalena, gostas de maizena?
Yara, do bacalhau comes a cara?
Isabel, és como o mel!